ENQUETE 3 DE 3 - Se a eleição fosse hoje, em qual candidato você votaria? (encerra 07:59 de 26/10)

OS NOVOS FÜHRERS! THE NEW FÜHRERS!

OS NOVOS FÜHRERS! THE NEW FÜHRERS!

Policial de MG Envolve Aécio Neves Em Assassinatos e Tortura



A atriz, produtora e documentarista Tássia Camargo parece se engajou de vez na luta contra a corrupção promovida durante a gestão Aécio Neves em Minas Gerais (2003/2010).

As evidências, fornecidas por um ex-policial de MG, mostram o achado de uma ossada humana na Fazenda da Mata, de propriedade de Aécio Neves, como consta no B.O. postado por ela em sua conta no Facebook e reproduzido abaixo.

No post, ela escreve:
Amigos como sou produtora e documentarista gosto de averiguar muitas coisas, principalmente as erradas.
Depois de ter conversado, via telefone, ontem com o senhor Lucas Gomes Arcanjo resolvi olhar mais atentamente a pagina do mesmo no facebook.
Encontrei abaixo de um vídeo que o próprio postou uma descrição onde encontrei o número do RED (B.O) que é o nº 2010-1170331-001.
Passei o meu dia averiguando e não importa onde, mas achei o que queria. 
O próprio documento com graves denuncias sobre Aécio Neves.
Aqui deixo registrado o documento que tem 4 páginas. Todas são importantes, mas prestem atenção na página 3. Nela diz que foi encontrada OSSADA HUMANA. Vejam o documento e saibam onde foi encontrada a ossada humana.
Obrigada a todos pela atenção. 
Tássia Camargo.”







Na madrugada da última quinta-feira (23), Tássia e o policial revelam novas denúncias incluindo lavagem de dinheiro e assassinato. A produtora disponibilizou um vídeo no YouTube com o áudio da nova conversa de 30 minutos com o detetive Lucas.

VEJA: Manipulando Eleições - E VOCÊ - Desde 1989

Crédito da montagem: http://desesperodaveja.tumblr.com/


Os últimos resultados das pesquisas eleitorais, que mostram Dilma consolidada à frente de Aécio e com vitória praticamente certa no domingo, refletem a indignação do povo com a manipulação da mídia no que diz respeito às "notícias bomba" sobre candidatos.

A revista VEJA é campeã nessas revelações de última hora. É para tentar manipular aquele eleitor indeciso que pode dar alguns votos a mais para o candidato dela. Claro, nesse caso, Aécio Neves. Qualquer pessoas que sabe ler conhece a relação amorosa da revista e seus donos com o PSDB e "libertadores da pátria".

Isso fica claro para qualquer pessoa com a mínima noção de política e História. A VEJA sempre cita acusações, a maioria infundada, contra o PT, mas não fala nada sobre a corrupção e histórias de crimes cometidos pelo PSDB em um esquema de parcialidade que dá nojo.

Compra de votos para aprovar a reeleição de FHC? Mensalão do FHC? Tremsalão? O Estado "Aécio-Nazista" nos 8 anos de governo do tucano em Minas GeraisOs livros de história e as agências de notícias internacionais - e algumas poucas brasileiras - sabem que existem. A VEJA os ignora.

Desde 1989, a VEJA - juntamente com a Rede Globo - tenta enfiar goela abaixo do povo informado que os candidatos de esquerda são "socialistas", "vão implantar uma ditadura", "vão transformar todos em pobres". Inventaram, recentemente, que Dilma vai confiscar poupanças se reeleita - mas como bem sabemos, quem fez isso foi Fernando Collor de Mello, o candidato ajudado pela Globo e VEJA na eleição de 1989.

"Não tem prova nenhuma disso". Essa frase eles adoram. Se é mesmo necessário, ouçam da própria boca de Boni, diretor de programação da Globo por mais de 30 anos, como foi feita a farsa dos "dossiês" contra Lula no último debate de 1989.




Quanto à VEJA, a parcialidade e manipulação de notícias contra o PT foi assunto de uma extensa reportagem em 2012.



Contra fatos, não há argumentos. A Globo, através de Boni, admite a traição, a tentativa de enganar o povo brasileiro. A Record prova que isso é feito com o auxílio da VEJA. Desde 1989 até 1998, elas nos fizeram de palhaços. Uma década de retrocesso.

O povo está no poder desde 2002. Disso "eles" não gostam. São 12 anos de avanços sociais e econômicos reconhecidos por órgãos internacionais. A ONU parabenizou o Brasil por finalmente sair do mapa da fome e também por diminuir 75% da pobreza no período 2003-2014.

FHC fez... Bem, ele só disse que estudou em Sorbonne e chamou os aposentados de vagabundos. Chamou os brasileiros em geral de caipiras. Isso enquanto presidente. "Apertem os cintos, apertem os cintos", repetia ele na TV quando o povo reclamava dos baixos salários e da falta de poder aquisitivo.

No cargo, ele também ajudou Cuba (comprou 10 ônibus de turismo e foi à ilha entregar a Fidel em uma solenidade registrada em fotos) e a Venezuela (deu fundos do BNDES para a construção do metrô do país, e também há fotos do fechamento do acordo com Hugo Chávez). A VEJA aplaudiu. Agora, porque o BNDES financiou - afinal, é a função do BNDES financiar obras dentro e fora do Brasil, se as mesmas trouxerem benefícios estratégicos e econômicos ao país - a obra do Porto de Mariel, a revista ataca. Dois pesos, duas medidas.

E para não perder o costume, eis a capa da vez da VEJA:



A mídia golpista entra em ação novamente. Até photoshop mal feito tem na capa.

Mas a justiça quebrou seu próprio ditado: não tardou nem falhou. A denúncia foi desmentida pelo jornal O Globo, cuja reportagem sobre a matéria da VEJA entrevista o advogado do doleiro, que fala em especulação:

"Conversei com todos da minha equipe e nenhum fala isso. Estamos perplexos e desconhecemos o que está acontecendo. É preciso ter cuidado porque está havendo muita especulação." (fonte: clique aqui)

É o desespero. Eles querem um Brasil liderado pelo PSDB, o mesmo partido que quebrou o país três vezes e não é invenção da Dilma, basta ler em um livro de História - e encheu os cofres das Organizações Globo - que inclui a VEJA - com dinheiro do BNDES.O dono do Estadão foi a uma passeata pró-Aécio com um cartaz que dizia "Foda-se a Venezuela!". Um dos herdeiros de O Estado de Minas chamou Lula de "cachorro" no Facebook.

Eles mentem, desinformam e espalham boatos. Quando isso falha, partem para o golpe aberto. Reinaldo Azevedo pede impeachment de Dilma na Jovem Pan, cujo dono é o cara que tirou a foto do dono do Estadão no ato pró-Aécio.

Percebendo que Dilma abriu vantagem irreversível, eles tentaram um golpe sujo: a revelação da capa ontem (23) permite que o Jornal Nacional "noticie" hoje (24) o que VEJA disse. Na véspera da eleição.

Depois acusam Dilma de "desconstruir" Aécio. Ora, a mídia vem tentando desconstruir Dilma há quatro anos e não consegue; se Aécio foi "desconstruído" em três semanas, é porque não tinham conteúdo algum que o sustentasse.

Em 2010, o jornalista Fábio Jammal Makhoul decidiu debruçar-se sobre a revista VEJA para formular uma tese suis generis de mestrado em Ciência Política para a PUC de São Paulo.

Makhoul analisou a publicação da Editora Abril durante o primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de janeiro de 2003 a dezembro de 2006.

Fábio constatou, então, ter havido, naquele período, de modo deliberado, uma cobertura tendenciosa com o objetivo de desestabilizar o governo.

Os números são impressionantes: 40,6% da cobertura de VEJA sobre o primeiro governo petista noticiou os escândalos do Planalto e, consequentemente, Lula e o PT de forma negativa.

O governo ocupou 54 capas de VEJA, das 206 publicadas no período. Destas 32 tratavam de escândalos, segundo classificação da própria VEJA, ou seja, 59,3% do total.

De lá pra cá, a coisa não mudou: VEJA abandonou de vez o jornalismo e partiu, definitivamente, para a oposição mais rasteira e ignóbil possível.

Por isso, não se deixe enganar. Saiu na VEJA? Desconfie.

Neste ano de 2014, mais do que em qualquer outro, é preciso bom senso e conhecimento na hora de votar.

Exercer esse direito cívico apenas "para tirar ele(a) de lá" é jogar o voto fora.

Analise, avalie; abra um livro de História do Brasil; pesquise no Google como eramos há 12 anos e como somos agora - ou leia nosso comparativo com dados registrados. Veja por você mesmo se melhorou ou piorou. Não confie na mídia mainstream. Depois vote de consciência leve na melhor opção segundo sua visão.


Globo Transmite Hoje o Último Debate Para Governadores



A Rede Globo e o G1 transmitem ao vivo na noite desta quinta-feira (23) os debates entre os candidatos aos governos dos 13 estados e do Distrito Federal que disputam o segundo turno. Os encontros serão realizados pela TV Globo e por emissoras afiliadas como parte da cobertura especial das eleições 2014.
Cada debate possui regulamento próprio definido pelas emissoras com os candidatos e seguindo as regras da Justiça Eleitoral.

A cobertura dos debates no G1 será feita em tempo real, com vídeo e texto.

No Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul, o G1 terá um programa especial com os destaques pré-debate. No RJ, durante a cobertura, uma página também irá exibir a reação dos internautas no Twitter e mostrará o número de menções a cada candidato e os principais temas discutidos no microblog.

Haverá debate no Acre, no Amazonas, no Amapá, no Ceará, no Distrito Federal, em Goiás, em Mato Grosso do Sul, no Pará, na Paraíba, no Rio de Janeiro, em Rondônia, em Roraima, no Rio Grande do Sul e no Rio Grande do Norte.

Cobertura
O G1 tem uma página para cada estado dedicada exclusivamente à cobertura eleitoral. São notícias e informações sobre tudo o que acontece nas campanhas. O eleitor tem a possibilidade de conhecer mais sobre os postulantes ao cargo do Executivo nas páginas de tópico de cada candidato e por meio de um jogo eleitoral.

FONTE: G1

RS: Vantagem de Sartori Cai Para 13 Pontos; Tarso Chega a 40%



Pesquisa Datafolha para o governo do Rio Grande do Sul, divulgada no fim da tarde desta quinta-feira (23), mostra que José Ivo Sartori (PMDB) mantém a vantagem sobre Tarso Genro (PT) na disputa do segundo turno. O peemedebista aparece com 53% dos votos totais, um ponto a mais na comparação com a rodada anterior. Já o governador tem 36%, também um ponto acima do que o último levantamento.

Conforme o instituto, brancos e nulos representam 4% (eram 6%), e 7% não sabem ou não responderam, percentual semelhante ao da última pesquisa. Quando levados em consideração apenas os votos válidos (excluídos brancos e nulos), o cenário se mantém inalterado: Sartori tem 60%, contra 40%.






O Datafolha ainda avaliou a taxa de rejeição dos candidatos. Segundo o instituto, 25% dos eleitores não votariam em Sartori de jeito nenhum - cinco pontos percentuais acima da sondagem anterior. Apesar do crescimento, o índice é bem menor do que o do adversário petista: 44%, três pontos acima da pesquisa da semana passada.

O instituto ouviu 1.541 eleitores em 59 municípios entre quarta-feira e quinta-feira. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi contratada pelo Grupo RBS e pela Folha de S.Paulo e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo Nº RS-00034/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01162/2014.

FONTE: ClickRBS

Pesquisas: Ibope e Datafolha Ampliam Vantagem de Dilma

Foram divulgadas no final da tarde de hoje (23) as pesquisas mais recentes do Ibope e Datafolha para o  segundo turno das eleições presidenciais. Ambos os institutos mostram crescimento de Dilma (PT) e queda de Aécio (PSDB). A candidata à reeleição agora lidera fora da margem de erro. Veja os números:


IBOPE

A pesquisa Ibope trouxe os seguintes resultados nos votos válidos:

- Dilma Rousseff (PT): 54%
- Aécio Neves (PSDB): 46%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 15, Aécio tinha 51% e Dilma, 49%.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

- Dilma Rousseff (PT): 49%
- Aécio Neves (PSDB): 41%
- Branco/nulo: 7%
- Não sabe/não respondeu: 3%

Rejeição
O Ibope perguntou, independentemente da intenção de voto, em qual candidato o eleitor não votaria de jeito nenhum. Veja os números:

Aécio - 42%
Dilma - 36%

Expectativa de vitória
O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acham que será o próximo presidente da República, independentemente da intenção de voto. Para 51%, Dilma sairá vitoriosa; 38% acreditam que Aécio ganhará; 10% não sabem ou não responderam.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo". O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01168/2014.


DATAFOLHA

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (23) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:

- Dilma Rousseff (PT): 53%
- Aécio Neves (PSDB): 47%

De acordo com o Datafolha, a presidente Dilma Rousseff (PT) tem uma vantagem inédita sobre Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da eleição presidencial. No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 22, Dilma tinha 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

- Dilma Rousseff (PT): 48%
- Aécio Neves (PSDB): 42%
- Em branco/nulo/nenhum: 5%
- Não sabe: 5%

Certeza do voto
O Datafolha também perguntou, entre os dois candidatos, em quem os eleitores votariam com certeza, em quem talvez votassem e em qual não votariam de jeito nenhum. Veja os números:

Dilma
46% - votariam com certeza
15% - talvez votassem
37% - não votariam de jeito nenhum
1% - não sabe

Aécio
39% - votariam com certeza
18% - talvez votassem
41% - não votariam de jeito nenhum
2% - não sabem


A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo". O Datafolha ouviu 9.910 eleitores em 399 municípios nos dia 22 e 23 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01162/2014.

FONTE: G1 (Link 1, Link 2)

RS: Ibope Mostra Leve Queda de Sartori

Nova pesquisa Ibope mostra que Sartori (PMDB) perdeu 1 ponto desde a última aferição (em 17/10) e Tarso Genro (PT) o herdou. Veja os números:

Ibope - Pesquisa 2º Turno 21/10/2014

A última pesquisa sobre o segundo turno no Rio Grande do Sul, encomendada pelo Grupo RBS e divulgada dia 21 de outubro, mostra José Ivo Sartori 18 pontos percentuais à frente de Tarso Genro.

Pesquisa para Governador do Rio Grande do Sul (Votos Válidos)

CandidatoIntenções de Votos Válidos (%)
José Ivo Sartori (PMDB)59%
Tarso Genro (PT)41%

Pesquisa para Governador do Rio Grande do Sul (Votos Totais)

CandidatoIntenções de Votos Totais (%)
José Ivo Sartori (PMDB)53%
Tarso Genro (PT)37%
Branco/Nulo7%
Não Sabe/Não Respondeu3%
Perguntaram também aos eleitores sobre qual candidato não votariam de forma alguma, onde Tarso Genro apareceu como o mais rejeitado com 34% das menções, enquanto José Ivo Sartori foi citado por 22%. 30% afirmaram que poderiam votar nos dois candidatos e 14% não sabem ou não responderam.
Os entrevistados ainda foram questionados sobre quem eles acreditam que irá vencer a eleição, independentemente da intenção do voto. Neste cenário, 58% acham que José Ivo Sartori será eleito, enquanto 30% acreditam que Tarso Genro obterá a vitória e 12% não sabem ou não responderam.

Pesquisa para Presidente da República no Rio Grande do Sul (Votos Válidos)

CandidatoIntenções de Votos Válidos (%)
Aécio Neves (PSDB)53%
Dilma (PT)47%

Pesquisa para Presidente da República no Rio Grande do Sul (Votos Totais)

CandidatoIntenções de Votos Totais (%)
Aécio Neves (PSDB)48%
Dilma (PT)42%
Branco/Nulo7%
Não Sabe/Não Respondeu3%
A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 20 de outubro de 2014 com 2.002 eleitores em 102 municípios do Rio Grande do Sul. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TRE-RS sob o protocolo nº RS-00031/2014 e no TSE sob o protocolo nº BR-01149/2014, e foi divulgada no site Globo.com.

Pesquisas: Datafolha e Vox Populi Apontam Dilma na Frente; Veritá Dá Uma de Sensus



Faltando 5 dias para as eleições, Sensus e Veritá continuam insistindo que Aécio tem uma margem de liderança fora da realidade, enquanto todos os outros institutos mostram Dilma na frente. Veja os últimos números:

Datafolha - Pesquisa Presidente 2º Turno

Na última pesquisa Datafolha encomendada pelo jornal "Folha de S.Paulo" sobre o segundo turno da eleição presidencial em 2014, divulgada dia 22 de outubro, Dilma aparece numericamente na primeira posição, mas empatada tecnicamente com Aécio Neves.

Pesquisa para Presidente da República (Votos Válidos)

CandidatoIntenções de Voto (%)
Dilma (PT)52%
Aécio Neves (PSDB)48%
Para chegar aos votos válidos, os votos em branco, os nulos e os eleitores indecisos, são retirados da amostra. Este é o procedimento adotado pela Justiça Eleitoral para alcançar o resultado oficial da eleição. O candidato precisa atingir a maioria dos votos válidos para ser eleito no segundo turno.

Pesquisa para Presidente da República (Votos Totais)

CandidatoIntenções de Voto (%)
Dilma (PT)47%
Aécio Neves (PSDB)43%
Branco/Nulo/Nenhum6%
Não Sabe4%
A pesquisa foi realizada no dia 21 de outubro de 2014 com 4.355 eleitores em 256 cidades brasileiras. A margem de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada do TSE sob o protocolo nº BR-01160/2014 e foi divulgada no site folha.uol.com.br.

Veritá - Pesquisa Presidente 2º Turno

O mais recente levantamento Veritá referente ao segundo turno da eleição para presidente em 2014, encomendado pelo jornal "Hoje em Dia" e divulgado dia 21 de outubro, mostra Aécio Neves 6,4 pontos percentuais à frente da presidente Dilma, em relação aos votos válidos.

Pesquisa para Presidente da República (Votos Válidos)

CandidatoIntenções de Voto (%)
Aécio Neves (PSDB)53,2%
Dilma (PT)46,8%
O cálculo dos votos válidos é alcançado a partir da retirada dos votos em branco, nulos e os dos eleitores indecisos. Este é o método utilizado pela Justiça Eleitoral para chegar os resultados oficiais da eleição. O candidato eleito no segundo turno é aquele que alcançar a maioria dos votos.

Pesquisa para Presidente da República (Votos Totais)

CandidatoIntenções de Voto (%)
Aécio Neves (PSDB)47%
Dilma (PT)41,4%
Branco/Nulo7,8%
Não Sabe/Não Respondeu3,7%
Os eleitores também foram questionados sobre qual candidato não votariam de forma alguma, onde Dilma aparece como a mais rejeitada com 46,1% das menções, enquanto Aécio Neves foi citada por 39,1%.
A pesquisa foi realizada entre os dias 17 e 20 de outubro de 2014 com 7.700 eleitores em 213 cidades brasileiras. A margem de erro é 1,4 pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada do TSE sob o protocolo nº BR-01144/2014 e foi divulgada no site hojeemdia.com.br.

Vox Populi - Pesquisa Presidente 2º Turno

Na última pesquisa Vox Populi encomendada pela TV Record, Record News e portal R7 sobre o segundo turno da eleição para presidente em 2014, divulgada dia 20 de outubro, Dilma aparece numericamente na primeira posição, mas empatada tecnicamente com Aécio Neves.

Pesquisa para Presidente da República (Votos Válidos)

CandidatoIntenções de Voto (%)
Dilma (PT)52%
Aécio Neves (PSDB)48%
A Justiça Eleitoral utiliza apenas os votos válidos para alcançar os resultados oficiais da eleição, método que retira da amostra os votos em branco, nulos e os dos eleitores indecisos. Para um candidato conseguir ser eleito no segundo turno, ele precisa atingir a maioria dos votos.

Pesquisa para Presidente da República (Votos Totais)

CandidatoIntenções de Voto (%)
Dilma (PT)46%
Aécio Neves (PSDB)43%
Branco/Nulo5%
Indecisos5%
A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 19 de outubro de 2014 com 2.000 eleitores em 147 cidades brasileiras. A margem de erro é 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada do TSE sob o protocolo nº BR-01136/2014 e foi divulgada no siter7.com.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...